EnglishPortugueseSpanish

N Notícias

Vinte associações e cooperativas participarão da rodada de negócios promovida pelo Semear Internacional na Bahia

Vinte cooperativas atendidas pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) na Bahia participarão de uma reunião gerencial com apresentação de seus produtos  a fim de inserí-los em compras de alimentos da agricultura familiar por órgãos públicos no Estado. Trata-se de uma rodada de negócios, que, durante todo o evento, os produtos serão apresentados pelos produtores e degustados por representantes de diversas empresas públicas. O encontro acontecerá no Centro de Treinamento da EBDA, em Itapuã, Salvador/BA, no dia 17 de novembro, das 8h as 12h30.

O evento é promovido pelo Ministério da Cidadania, em parceria com o FIDA, Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Programa Semear Internacional, Companhia de Desenvolvimento e Apoio Regional da Bahia (CAR) e o projeto Pró Semiárido, que é apoiado pelo FIDA no estado. O objetivo desse encontro é facilitar a inserção destes produtos em editais de comercialização das entidades participantes do evento.

Participarão deste encontro representantes de cooperativas e associações dos municípios de Uauá, Tucano, Canudos, Sobradinho, Juazeiro, Capim Grosso, Monte Santo, Manoel Vitorino, Casa Nova,  Sento Sé, Curaçá, Remanso, Várzea Nova e Itiúba.

Esta é a segunda rodada de negócios facilitada pelo programa Semear Internacional em parceria com o Ministério da Cidadania e outras instituições. A primeira aconteceu na Paraíba, e como resultado do encontro, uma associação que produz derivados de leite de cabra e de vaca conseguiu fornecer produtos ao Comando do Exército Brasileiro no estado, numa comercialização que girou em torno de R$ 170 mil.

“Isso demonstra que com foco e planejamento a comercialização acontece. Ela deixa de ser vista como um problema. Ele é fruto de um trabalho que objetiva apoiar a comercialização de produtos da Agricultura Familiar que o Semear Internacional, desde sua primeira edição, tem priorizado”, disse a coordenadora do Semear Internacional, Fabiana Viterbo.