Portuguese English Spanish

N Notícias

Ipueiras recebe Festival das Juventudes na próxima quinta-feira (15)

A partir da manhã da próxima quinta-feira (15), o município de Ipueiras, no Território do Sertão de Crateús, recebe o “Festival de Juventudes do Semiárido: Agroecologia e Democracia no Ceará”. O evento promovido pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), através do Projeto Paulo Freire, reúne cerca de 250 jovens de seis municípios da região de Sobral II na Escola Família Agrícola Padre Eliezio dos Santos, no Distrito de Balseiros.

O objetivo é proporcionar um espaço de diálogo e troca de experiências entre as juventudes rurais através de oficinas, intercâmbios e convivências com jovens do semiárido cearense. Participam desta edição jovens entre 15 e 29 anos de comunidades rurais atendidas pelo Projeto Paulo Freire nos seguintes municípios: Ipu, Ipueiras, Hidrolândia, Varjota, Pires Ferreira e Reriutaba.

As próximas etapas do Festival de Juventudes do Semiárido ocorrem em Sobral, de 29 novembro a 1º de dezembro; e em Tauá, de 13 a 15 de dezembro. Já em fevereiro de 2019, o município de Assaré, na região do Cariri, recebe a última edição do festival. “Os festivais das Juventudes são o ponto alto das ações nos territórios de atuação do PPF e tem como missão fortalecer o compromisso dos jovens com o desenvolvimento rural sustentável”, pontua a coordenadora do projeto, Íris Tavares.

De acordo com ela, o público jovem representa 41,7% das 17.450 famílias beneficiadas diretamente pelo Paulo Freire com a implantação de projetos produtivos em andamento e 31,32% das 23.231 famílias atendidas pelo projeto com assessoria técnica contínua, em temas como gestão, tecnologias sociais e meio ambiente. “Atividades que tem como finalidade a melhoria de renda e o desenvolvimento a nível organizacional (das comunidades rurais)”, pontua sobre os projetos produtivos.

Por fim, ao final de cada uma das quatro edições do festival os jovens tornam público demandas por políticas públicas das comunidades rurais atendidas pelo projeto. As propostas também serão encaminhadas para conhecimento da Comissão de Agropecuária da Assembleia Legislativa do Ceará.”Que esse exercício possa se concretizar em propostas. Numa carta de intenção, onde estejam elencadas indicações de projetos de lei que atendam aos anseios e à reflexão que essa juventude realiza hoje sobre o meio rural”, sugere Íris.

Confira abaixo a programação.

SERVIÇO:

Festival de Juventudes do Semiárido – Agroecologia e Democracia no Ceará
Data: Entre 15 e 17 de novembro
Local: Escola Família Agrícola Padre Eliezio dos Santos, Distrito de Balseiros – Ipueiras/CE

PROGRAMAÇÃO

DIA 15/11 (Quinta-feira)
Manhã
8h Chegada/ Credenciamento/Alojamento/Acolhimento
11h Almoço

Tarde
13h00 Mística (realizada pelos/as jovens)
13:30 Abertura
14:00 Acolhimento das caravanas municipais
14h30 Painel: Juventudes do Semiárido – Agroecologia e Democracia no Ceará
– Cristina Nascimento – Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA)
– Anderson Albuquerque – Movimento de Juventude (Levante)
– Maria Luzia “Luz” – Movimento Sem Terra (MST)

15h30 Intervalo

16h00 Trabalho em grupo: Painel de Impressões e Expressões

17:00 Exposição dos trabalhos

Noite
19:00 Jantar
20:00 – 22:00 Noite Cultural
– Acolhimento da comunidade
– Apresentação cultural

DIA 16/10 (Sexta-feira)
7h00 – Café da manhã
8h00 – Compartilhando Saberes (Rodas de Conversas)
1. Organização social e comunitária
– Grupos de jovens (Coité/Ipueiras)
– Associação comunitária – Associação Olho D’água Velho – Ipu
2. Protagonismo de mulheres
– Artesanato de Barro (Grupo de Mulheres/Alegria-Ipu)
– Balanço do coqueiro (Assentamento Maceio-Itapipoca)
3. Feiras Agroecológicas e Solidárias
– Thiara Com. Santa Luzia -Sobral
– Beneficiamento de polpa (Com. Altamira, Reriutaba)
4. Jovens agricultores/as experimentadores/as
– Lusirene – Técnica egressa do curso de Agroecologia IFPI
5. Educação Contextualizada
– Francisca Sousa – Educadora popular e Coordenadora da EFA Ibiapaba

– Amanda Lima – Educadora da EFA da Ibiapaba

10h00 – Oficinas com as artes educadoras/os:
Parte 1: contextualização dos temas
– Teatro: juventude, gênero e feminismo
– Percussão: Raça e étnica
– Contação de história: Sucessão rural e políticas públicas
– Teatro de bonecos: Comunicação e Democracia
– Cordel: Violências contra as juventudes
– Reisado: Agroecologia e convivência com o semiárido (Reriutaba)
– Fanzine: Diversidade sexual

12h00 – Almoço

14h00 – Parte 2: Oficinas (linguagens)
Continuação das oficinas
– Teatro: juventude, gênero e feminismo
– Percussão: Raça e étnica
– Contação de história: Sucessão rural e políticas públicas
– Teatro de bonecos: Comunicação e Democracia
– Cordel: Violências contra as juventudes
– Reisado: Agroecologia e convivência com o semiárido (Reriutaba)
– Fanzine: Diversidade sexual

Noite
19h – Jantar
20h00 Noite Cultural
Intervenções das oficinas

DIA 17/11
7h00 Café da manhã
8h00 Leitura e aprovação da Carta Política das Juventudes Rurais às autoridades
Mística de encerramento
11h00 Almoço – Retorno das caravanas