EnglishPortugueseSpanish

N Notícias

GASTROQUINTA, termo cunhado por jovens rurais, estimula a criação de novas receitas a partir de quintais produtivos

16/04/2020

Os alimentos cultivados nos quintais das famílias rurais oferecem diferentes sabores para a culinária. E veio do Piauí o batismo de um novo e estimulante termo para essa prática: GASTROQUINTA – do quintal para a mesa. O Programa Semear Internacional já realizou dois intercâmbios relacionados ao tema e agora organiza uma cartilha sobre a Gastronomia no Semiárido. Além de promover a melhoria da Segurança Alimentar e Nutricional, a publicação possibilitará a elaboração de novos pratos gastronômicos, com alimentos agroecológicos.

O surgimento do nome GASTROQUINTA aconteceu depois que um grupo de jovens percebeu que 90% dos insumos das receitas mais executadas estava vindo dos próprios quintais produtivos das mulheres do Semiárido piauiense. A ideia era encontrar um conceito que pudesse representar, justamente, essa criação de cardápios inovadores a partir dos alimentos nativos e produzidos pelas próprias comunidades. E com o objetivo final de disseminar não só o termo, mas também, e ainda mais, a própria prática.

Além disso, os jovens também observaram que esse tipo de gastronomia tem resgatado e aumentado um costume muito antigo no meio rural, que é a troca de produtos entre os moradores. O que uma família não tem, a família vizinha possivelmente terá. No livro que está sendo produzido pelo Programa Semear Internacional, foram agrupadas cerca de quinze receitas e apenas um produto foi necessário comprar no mercado: o açúcar. Todos os demais estavam nos quintais das comunidades rurais.

A cartilha será lançada a partir do próximo mês de julho, aqui mesmo no portal do Semear, na seção de publicações. Entre as aguardadas receitas que serão apresentadas, há duas que utilizam a palma, espécie de cacto muito cultivada no Semiárido brasileiro e muito rica em minerais. São elas: o Palmashake, que é um shake de palma, e o Suco Detox de Palma [veja receita exclusiva abaixo]. É importante lembrar que um dos princípios da GASTROQUINTA é estimular o uso de alimentos agroecológicos, uma vez que os quintais não usam agrotóxicos, diminuindo os riscos à saúde e ao meio ambiente.

Antecedentes da GASTROQUINTA

Entre os eventos que ajudaram a fomentar o surgimento do conceito da GASTROQUINTA estão a Oficina Gastrotinga, que fez parte das atividades do II Encontro de Jovens Rurais do Semiárido Brasileiro, e o Intercâmbio em Ecogastronomia, ambos realizados pelo Programa Semear Internacional. O primeiro aconteceu em Picos, no interior do Piauí, e reuniu 500 jovens nordestinos, enquanto o segundo, em parceria com o Slow Food, foi realizado na comunidade quilombola de Brejões, em Ilha das Flores, Sergipe. O intercâmbio, primeiro realizado em território sergipano sobre o tema, ainda contou com oficinas gastronômicas, com três chefs de cozinha: chef Timóteo Domingos, idealizador do Projeto Gastrotinga e autor do livro “O Chef do Sertão”, chef Seichele Barbosa, de Sergipe, e chef Leila Carreiro, da Bahia.

Suco Detox de Palma

Em primeira mão e antecipando a cartilha, decidimos apresentar aos leitores do Portal Semear uma das receitas inéditas: o Suco Detox de Palma, que é um suco de palma com laranja e limão, criado pelos jovens Perpétua e Antoniel, beneficiários do Projeto Viva o Semiárido [Piauí], apoiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola – FIDA. Aproveitem!

Ingredientes:

400 gramas de palma
01 limão verde
03 laranjas de quintal grandes
350ml de água
melaço de cana a gosto

Modo de preparo:

Retire os espinhos da palma, lave-as e corte-as em cubos.
Coloque a palma no liquidificador, adicione o sumo do limão, o suco da laranja e bata por 5 minutos.
Coe o suco e coloque-o de volta no liquidificador, adicionando a água e o melaço.
Bata novamente por mais 2 minutos.
Sirva fresco.

** Créditos de todas as imagens utilizadas nessa matéria: William França.