Portuguese English Spanish

N Notícias

FIDA inicia missão de apoio no Projeto Viva o Semiárido, no Piauí

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) recebeu, nesta segunda-feira (17), uma equipe do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) composta por seis consultores e um oficial de programas FIDA no Brasil para mais uma missão de apoio ao projeto Viva o Semiárido. A comitiva vem auxiliar no planejamento das ações de conclusão do acordo de empréstimo do Piauí junto a este fundo internacional, que é uma agência das Organizações das Nações Unidas (ONU).

A missão acontece até a próxima sexta-feira (21) e terá atividades em Teresina e no interior do estado com visitas aos municípios de Oeiras, Colônia do Piauí, Santa Rosa do Piauí, Jacobina, Dom Expedito Lopes, Picos, Ipiranga e Betânia do Piauí, onde serão visitados planos de investimentos produtivos apoiados pelo PVSA nas áreas de ovinocaprinocultura, avicultura, apicultura e artesanato. A atividade de campo tem como foco visitar grupos de mulheres, jovens e comunidades quilombolas com PIPs finalizados ou já em fase de conclusão. Na capital, a equipe vai participar de agendas administrativas com órgãos estaduais como a Setre, Seduc, Seplan, Sefaz, Emater, Fundação Cepro e parceiros.

Durante a semana, o grupo também se reúne com o projeto Água Doce, do Ministério do Meio Ambiente, e parceria com o Ministério de Desenvolvimento Social e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS) para verificar a possibilidade de uma ação conjunta com o PVSA. De acordo com o oficial de programas FIDA no Brasil, Hardi Vieira, “a ideia é instalar, no Piauí, três projetos produtivos que contenham dessalinizador e uma agricultura biossalina voltada para o ambiente do semiárido”, enfatizou Hardi Vieira.

Outra novidade é que o fundo internacional vai começar, em outubro, a elaboração de um projeto que vai acessar recursos do Fundo Verde do Clima, outra agência da ONU, visando cobrir todos os estados do nordeste do Brasil; com investimento de $202 milhões, focando nos componentes de acesso à água e sistemas agroflorestais. Segundo Hardi Vieira, “a intenção é dar continuidade à conversa que tivemos com o governo do estado, no início deste ano, de modo que o Piauí seja incluído neste projeto”.

Como parte da missão, a consultora de Aquisições do FIDA, Lucianna Matte, vai ministrar, nesta quinta-feira (20), a partir das 9h, no auditório da Procuradoria Geral do Estado, um treinamento direcionado a procuradores do estado para nivelamento de informações sobre as especificidades deste acordo de empréstimo.

VIVA O SEMIÁRIDO

Com 163 planos aprovados PVSA já atende cerca de 7 mil famílias do semiárido do Piauí

O Projeto Viva o Semiárido, executado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural e co-financiado pelo FIDA, visa contribuir para dos níveis de extrema pobreza da população rural semiárida do estado do Piauí. Outro objetivo do PVSA é melhorar a renda agrícola e não agrícola, as oportunidades e os ativos produtivos das famílias rurais do semiárido. Isso está sendo feito por meio dos componentes: desenvolvimento produtivo, humano e social, fortalecimento institucional e gestão, monitoramento e avaliação.

Com investimento de mais de R$40 milhões, o PVSA conta com 163 Planos de Investimentos Produtivos aprovados, sendo que deste total, 134 já estão com recurso em conta e realizando aquisições, totalizando cerca de 7 mil famílias atendidas, em 58 municípios do Piauí.

O projeto também trabalha com capacitações. Já foram ofertados cursos nas áreas de elaboração de projetos, gestão associativa, gestão financeira, quintais produtivos, associativismo, além de intercâmbios técnicos, manejo de alimentar, manejo sanitário, manejo reprodutivo para ovinocaprinos, prestação de contas, boas práticas em apicultura, piscicultura e filetagem de tilápias, dentre outros.

Reportagem: Larissa Machado