Portuguese English Spanish

N Notícias

FIDA, IICA e Semear Internacional oferecerão curso de sistematização de Boas Práticas durante Intercâmbio em Fortaleza-CE

Pelo menos 15 resultados de ações dos projetos apoiados pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) executadas no semiárido nordestino, começarão a ser sistematizadas durante o primeiro módulo do “Intercâmbio para sistematização de experiência dos projetos apoiados pelo FIDA no Brasil”, que acontecerá em Fortaleza, Ceará, reunindo cerca de 15 técnicos destes projetos. Eles levarão estas boas práticas e participarão do curso que, através de uma metodologia desenvolvida pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), serão reunidas numa publicação, e distribuídas gratuitamente.

O evento é uma realização do FIDA e Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), através do programa Semear Internacional, em parceria com a FAO, Centro Técnico de Cooperação Agrícola e Rural (CTA), da Holanda, e Projeto Paulo Freire. O intercâmbio, que acontece entre os dias 10 e 14 de setembro, ainda terá visita a uma das comunidades que já apresentaram grandes resultados após a ação do FIDA, no município de Sobral, interior do Estado.

Os técnicos dos projetos que participarão do evento serão capacitados para, além de identificar e catalogar as experiências que serão abordadas durante o curso, realizar este tipo de trabalho em seus estados de origem aumentando a quantidade de informações acerca de outras ações do FIDA no Brasil, que serão divulgadas em várias partes do mundo. Serão técnicos dos projetos apoiados pelo FIDA no Ceará (Paulo Freire), Paraíba (Procase), Sergipe (Dom Távora), Piauí (Viva o Semiárido), Bahia (Pró-Semiárido), e vários estados através do Dom Helder Camara.

A formação será realizada em duas fases, com uma metodologia desenvolvida pela FAO a partir do projeto “Capitalização de Experiências para Maior Impacto no Desenvolvimento Rural”, que vem sendo implementado em diferentes partes do mundo com apoio financeiro do FIDA, e Centro Técnico de Cooperação Agrícola e Rural (CTA), da Holanda, em colaboração com o IICA.

“Essa metodologia permite facilitar a adoção de um processo de capitalização de experiências em iniciativas de desenvolvimento rural com base em metodologias participativas e geração de novos conhecimentos, de modo que as experiências sejam documentadas, analisadas e compartilhadas”, explicou a coordenadora do programa Semear Internacional, Fabiana Viterbo.

Após este primeiro módulo, o curso seguirá de forma online com acompanhamento dos trabalhos executados por cada técnico em seus estados de origem, e após três meses, um segundo encontro  será realizado para finalização do trabalho e confecção da publicação que será preparada, em três línguas, impressa e enviada para as sedes das agências participantes em todo o mundo.