Portuguese English Spanish

N Notícias

FIDA e IICA realizam capacitação na área de Monitoramento & Avaliação

Oficina propôs a apresentação de metodologias para coleta de dados econômicos apresentados após ações dos projetos FIDA em todo o país

Técnicos e técnicas de Monitoramento & Avaliação de todos os projetos apoiados pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), representantes de entidades como o Instituto Interamericano de Cooperação para Agricultura (IICA), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade de Brasília (UnB), Rede Ater Nordeste ASPTA – Agricultura Familiar e Agroecologia e Centro Sabiá, participaram da “Oficina para Apresentação da Metodologia, Coleta e Sistematização de Resultados Econômicos dos Projetos FIDA no Brasil”. O evento, organizado pelo FIDA e IICA, através do Semear Internacional, aconteceu nos dias 24 e 25 de janeiro, em Salvador-BA, e reuniu cerca de 25 pessoas.

A intenção do encontro foi apresentação de  metodologias para coleta de resultados obtidos após ações implementadas pelos projetos do FIDA em todo o país que demonstrem significativas mudanças na vida dos beneficiário sob uma ótica econômica. Estes dados servirão para acompanhamento de tais ações bem como divulgação do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo FIDA através dos projetos que apoia em várias estados do Nordeste Brasileiro.

“A grande importância do trabalho destes dois dias é que com esta metodologia, o mundo vai saber como a ação do FIDA nestas regiões mudou a vida daqueles brasileiros”, destacou o Diretor País do FIDA para o Brasil Claus Reiner, durante a abertura do evento, que contou com a participação do oficial de Programas do FIDA para o Brasil, Leonardo Bichara, que fez uma apresentação de como integrar o M&A aos resultados econômicos, a coordenadora do Programa Semear Internacional, Fabiana Viterbo, e integrantes de todos os órgãos e projetos que enviaram representantes para o curso.

No primeiro dia do curso, o representante da AS-PTA – Agricultura Familiar e Agroecologia, Paulo Petersen, fez uma apresentação sobre a metodologia LUME de coleta de dados, já aplicada por órgãos como a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Já no segundo dia, o consultor do FIDA, Leandro Bullor, detalhou o trabalho feito no projeto Paulo Freire a partir de um exercício em coleta de dados econômicos no estado do Ceará. Logo após, os técnicos e técnicas dos projetos se reuniram para analisarem em conjunto a informações e ferramentas de coletas de dados já existentes e quais seriam os desafios para aplicação do exercício.

 “Nossa expectativa, após esta oficina é poder apoiar na disseminação do resultados econômicos das atividades desenvolvidas junto aos beneficiários, demonstrando a relevância da atuação de cada projeto FIDA no Brasil explicou a coordenadora do Semear Internacional, Fabiana Viterbo.

A capacitação foi encerrada pelo oficial de Programas do FIDA para o Brasil, Hardi Vieira, que parabenizou a iniciativa na realização deste curso. Como resultado da oficina, cada projeto deverá enviar uma proposta de trabalho a ser aplicada em cada estado no tocante a coleta dos dados econômicos, e posterior divulgação destes resultados nas mais diferentes plataformas digitais daqueles projetos e do FIDA.