Portuguese English Spanish

N Notícias

Festival das Juventudes do Semiárido de Sobral proporciona vivências e trocas de saberes

Cerca de 300 jovens beneficiários do Projeto Paulo Freire devem participar, de sexta-feira a domingo (30 novembro a 02 de dezembro), da segunda etapa do Festival de Juventudes do Semiárido. O evento, promovido pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), através da Unidade de Gerenciamento do Projeto (UGP – PPF) em parceria com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Cetra – Centro de estudos do trabalho e assessoria ao trabalhador – entidade de assessoria técnica, movimentos sociais e intuições do território, e será realizado em Sobral, na Zona Norte do estado do Ceará, no Centro de Treinamento de Sobral (Cetreso).

Jovens agricultores e agricultoras dos municípios de Senador Sá, Moraújo, Massapê, Coreaú, Frecheirinha, Mucambo, Pacujá, Graça, Irauçuba e interior de Sobral são esperados no evento que abordará a Agroecologia e Democracia no Ceará. A intensão é proporcionar um espaço de diálogo, conversa e troca de experiência entre as juventudes do campo e da cidade através de oficinas, intercâmbios a partir de convivências com o semiárido noroeste cearense.

Para o secretário de estado do Desenvolvimento Agrário, De Assis Diniz, a busca pela identidade do jovem do campo, o uso das novas tecnologias e a compreensão das transformações e, principalmente, o processo de organização da juventude é essencial para a permanência do jovem no campo. “Hoje, sabemos que construir uma intervenção da juventude na Agricultura Familiar passa, sobretudo, na sua capacidade de inovar, reciclar e produzir a partir do conhecimento de novas experiências. Portanto, esta vivência nos festivais e na política possibilita, não só o empoderamento, mas o desenvolvimento de tecnologias para vivência dessa juventude no semiárido que anseia de algo novo.”

A jovem e mobilizadora social, Joseli do Nascimento Cordeiro, da Comunidade Quilombola Batoque (Pacujá), segue para evento cheia de expectativas. “As minhas expectativas são as melhores, porque quando jovens se juntam, mesmo com as suas diferenças culturais e territoriais, eles tendem a ficar mais fortalecidos. Logo, esse festival vai fazer com quer essa resistência que vai nos fortalecer se relacionado e participando de todos os espaços que festival vai nos proporcionar”. Joseli facilitará a Oficina Identidade Étnico-racial e Capoeira.

O processo de construção do Festival, elaborado a partir da Comissão Territorial de Juventudes de Sobral, com representação de juventudes das comunidades, assessoria técnica, Mobilização Social, escritório regional e Unidade Gestora do Projeto, por meio da assessoria de juventudes, possibilitou um espaço de falas diversas e atividades que realmente representasse as diversidades das juventudes do campo, e como tornar um processo de mobilização que não se encerra no evento, segundo Rones Maciel, técnico assessor de juventudes no Projeto Paulo Freire.

Programação

O Festival de Juventudes do Semiárido – Projeto Paulo Freire, edição Sobral, traz na sua programação espaços de debates, trocas de ideias, vivências, experiências e construção de diálogos participativos e proposição de caminhos e estratégias para as juventudes do campo no semiárido cearense. A programação tem o debate da agroecologia e democracia no Ceará.

Um dos espaços de diálogo é o painel – Diálogos das Juventudes, com o tema: O papel das Juventudes em defesa da Democracia e da Agroecologia, que contará com a participação do Secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Francisco de Assis Diniz, Cristina Nascimento – Articulação Semiárido Brasileiro ASA e Cetra, Milena Camelo – Fetraece e Miguel Braz Moreira – Levante Popular da Juventude.

Os intercâmbios de experiências das Juventudes Agroecológicas, momento de troca de saberes e conhecer as expressões das juventudes no território serão orientados a olharem a experiência enquanto estratégia para se construir oportunidades e diálogos com a agroecologia e as juventudes. Será momento de vivenciar as ações protagonizadas pelas juventudes nas comunidades, buscando o dialogo e se possível alguma prática/troca.

As oficinas temáticas e multilinguagens têm como base os saberes e debates levantados pela juventude e suas experiências, uma troca de conhecimento. Primeiro momento um diálogo e troca com as outras experiências e construir juntos um produto artístico/criativo (teatro, música, dança, artes visuais etc). Cada Oficina resultará em um produto para apresentação da Noite Cultural do evento.

A cada etapa dos Festivais territoriais terá como resultado uma Carta Política das Juventudes do Semiárido para ser entregue aos governos municipais e estadual, movimentos e organizações sociais com as demandas e proposições.

Serviço

Festival Juventudes do Semiárido – Território Sobral
Data: 30/11, 1º e 02/12
Onde: Sobral
Local: Centro de Treinamento de Sobral (Cetreso)
Endereço: Av. Universidade, 870, Bairro Jerônimo de Medeiros Prado
Mais informações: (85) 3101.8130

imagens: Marcos Vieira e Alice Oliveira