EnglishPortugueseSpanish

N Notícias

Dois vídeos sobre o Projeto Pró-Semiárido mostram mudanças de vida

23/03/2020

Já estão disponíveis, a partir de hoje e aqui mesmo neste portal, dois vídeos sobre o Projeto Pró-Semiárido, que atua na Bahia e é um dos que são apoiados no Brasil pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola – FIDA. Os vídeos foram produzidos pelo Programa Semear Internacional e mostram alguns exemplos de mudanças nas vidas dos beneficiários do Pró-Semiárido, após ações bem sucedidas realizadas pelo projeto baiano.

No primeiro vídeo, a personagem principal é Dona Jaciara, que mora na zona rural do Município de Juazeiro, no Distrito de Massaroca, onde boa parte das famílias vive da avicultura e da venda de ovos de galinha. Ela e o pai sempre tiveram uma roça, mas produziam poucos artigos. Com o apoio do projeto, foi construído um galinheiro no quintal da família e tudo mudou. Ao comprarem 50 galinhas iniciais e receberem os treinamentos e capacitações, eles passaram a produzir 21 dúzias de ovos por semana, vendendo cada uma a seis reais e conseguindo uma renda mensal de 480 reais.

O vídeo mostra, ainda, todo o processo de beneficiamento dos ovos, que são levados para a Cooperativa Agropecuária Familiar de Massaroca e Região, onde são higienizados e preparados para a venda. Assim como as famílias, a cooperativa também foi auxiliada pelo Projeto Pró-Semiárido e recebeu todo o maquinário necessário, como a estufa de higienização e as ferramentas para a ovoscopia. Dessa forma, eles foram a primeira unidade a ser certificada pelo selo de inspeção municipal. A produção diária chega a mil unidades e está aumentando.

Já no segundo vídeo, é possível conferir os novos quintais produtivos de Dona Elenita e de Dona Maria, que foram beneficiadas com uma cisterna, canteiros para o plantio, tela de proteção e sistema de irrigação que economiza água, além de capacitações para que produzissem de forma correta. Dos novos quintais, agora é possível colher quiabo, alface, coentro, pimenta, pimentão, cenoura, beterraba, couve-flor, mamão, graviola, limão, etc. Tudo totalmente saudável e sem agrotóxicos. Na região, foram mais de vinte quintais instalados.