EnglishPortugueseSpanish

N Notícias

Ações de projetos rurais apoiados pelo FIDA dentro e fora do Brasil foram tema de debates no primeiro dia de Encontro de Gestores Rurais em Juazeiro-BA

Evento que reúne 80 pessoas de seis países da América Latina, e do Brasil, foi aberto oficialmente na manhã desta terça-feira (17)

Acesso a água, acesso a mercados e os resultados das ações desenvolvidas pelos projetos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agricola (FIDA) dentro e fora do Brasil  foram alguns dos temas abordados no primeiro dia do Encontro de Líderes Rurais e Gestores de Projetos FIDA no Mercosul Ampliado, que acontece até a próxima quinta-feira (19), em Juazeiro-BA, e que reúne gestores de  projetos e programas do FIDA em seis países da América Latina e no Brasil.

O evento foi aberto oficialmente pelo Diretor País do FIDA para o Brasil, Claus Reiner, e contou com a participação do diretor presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Wilson Dias, do representante do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Hernán Chiriboga, da coordenadora do Semear Internacional, Fabiana Viterbo,  representantes de instituições parceiras do evento como a Confederação de organizações de produtores familiares do Mercosul ampliado (Coprofam), Fundação Luis Eduardo Magalhães (FLEM), Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais (Contag), Embrapa Semiárido, e de diversas autoridades locais e regionais.

Durante a abertura do evento, o diretor País do FIDA para o Brasil destacou a importância da proximidade proporcionada entre as várias iniciativas do FIDA nos sete países participantes, dentro do Encontro. Para ele, este é o grande diferencial do evento. “Estamos trabalhando juntos para baixar o nível de pobreza. Temos aqui o mesmo objetivo. Trabalhamos no mesmo tema. Estamos no mesmo lado. Temos a necessidade de intercambiarmos temas técnicos como faremos aqui porque temos muitos avanços e desafios pela frente. Acredito que estamos com uma ótima oportunidade pra isso nestes dias”, frisou.

Uma troca de conhecimento também destacada pelo diretor presidente CAR, Wilson Dias. “A gente está finalizando o projeto e tem muito aprendizado, tem muita coisa para ser debatida para que o próximo projeto possa vir a acumular todos estes ganhos de coisas que fizemos ou deixamos de fazer, as nossas  boas práticas e as nossas práticas que precisam ser melhoradas pra gente encarar um momento novo com mais qualidade que é o que temos procurado fazer na Bahia”, enfatizou.

Ao todo, 80 pessoas participarão dos três dias de programação que incluem painéis e debates sobre temas relacionados a agricultura familiar. Neste primeiro dia, foram realizados quatro painéis nas áreas de acesso a mercados, acesso a água e monitoramento & avaliação, Os participantes brasileiros conheceram como ocorrem estes trabalhos em projetos apoiados pelo FIDA em outros países e vice-versa. Entre os projetos do FIDA no Brasil que apresentaram seus trabalhos neste primeiro dia estão o Procase (Paraíba), que mostrou o trabalho de acesso a água naquele estado; o Pró-Semiárido (Bahia), com ações voltadas ao monitoramento e avaliação: Viva o Semiárido (Piauí) e Dom Távora (Sergipe) com acesso a mercados e o Paulo Freire (Ceará), com ações voltadas ao desenvolvimento de capacidades.

Para a coordenadora do Semear Internacional, Fabiana Viterbo, a troca de conhecimento gerada nos três dias será o grande diferencial do evento. “Este é o primeiro encontro que o Semear Internacional realiza direcionado a gestores dos projetos do FIDA. E estamos reunindo aqui vários deles. Acredito que os painéis vão nos encher de boa informação nesses dias e de muito conhecimento. Espero que esse seja um primeiro vários encontros”, disse.

O evento é uma realização do FIDA, IICA, Programa Semear Internacional, Coprofam, Programa FIDA Mercosul Claeh, e Governo do Estado da Bahia por meio do Projeto Pró-Semiárido